Arquivo da categoria: literatura

Documentários tangueiros: dos primórdios aos dias atuais

Dias atrás estreou, em Buenos Aires, o documentário “Piazzolla: los años del tiburón”, dirigido por Daniel Rosenfeld, que traz imagens e áudios inéditos do lendário bandoneonista, cedidas pela própria família, inclusive entrevistas feitas por Diana, filha do músico. Enquanto a elogiada crônica autobiográfica não chega aos cinemas do Brasil, fizemos uma seleção de outros documentários tangueros para serem aproveitados no conforto do sofá, que permitem descobrir um pouco mais sobre o gênero musical e seus grandes expoentes, bem como sobre o fenômeno social e cultural que é o tango.  Continuar lendo Documentários tangueiros: dos primórdios aos dias atuais

Carriego, o bardo do arrabalde

Os portões do bairro de Palermo no final do século XIX, onde hoje é a Plaza Italia

Maior bairro de Buenos Aires, com subdivisões informais muitas vezes insólitas, como Soho, Hollywood, Chico e até mesmo uma Villa Freud (devido ao grande número de psicanalistas que ali residem), hoje Palermo é uma zona valorizada e rica da cidade, frequentada e habitada em grande parte por turistas e gente com plata, onde viver em um apartamento do tamanho de uma caja de sapato custa uma fortuna. No final do século XIX, no entanto, o cenário era drasticamente diferente: Palermo era um bairro marginal, afastado do centro em uma época em que o ritmo da cidade e dos transportes era mais lento. Com suas casas simples, era zona de compadritos, ocasionais peleias de faca e histórias singelas da vizinhança. Continuar lendo Carriego, o bardo do arrabalde

Recesso, mas nem tanto: dicas de fim de ano

gato-navidad

Chegou aquela época do ano que o ritmo muda e alguns ficam meio atordoados.  Mais ou menos como não saber se descansa ou se arruma o pinheirinho.  Para os tangueiros de plantão pode bater uma abstinência no meio disso tudo, afinal muitas práticas e milongas também estão em recesso. Para ajudar a sobreviver a esta fase difícil em que os sapatos de baile são obrigados a descansar, preparamos algumas dicas para quem quiser continuar aproveitando o tango, mesmo que seja no conforto do sofá. Continuar lendo Recesso, mas nem tanto: dicas de fim de ano

Borges entre esquinas e milongas

Quando se pensa em Jorge Luis Borges, poucas vezes a primeira visão que nos ocorre é Buenos Aires. Talvez pela formação europeia que teve, pela erudição insuspeita ou pelo alcance universal da sua obra, ignoramos o forte vínculo porteño que um dos maiores intelectuais do século XX deixou entranhado em meio ao seu vasto conjunto de poemas, contos e ensaios. Mas, entre tigres, espelhos e resenhas de livros que nunca existiram, podemos encontrar em Borges tanta Buenos Aires quanto num cortado con medialunas ou num sinal vermelho da 9 de Julio.

18
Ilustração de “O Homem da Esquina Rosada” Continuar lendo Borges entre esquinas e milongas