Sobre

Caros, iniciamos este espaço com uma motivação tão difusa quanto genuína: compartilhar histórias, sensações e vivências relacionadas a duas cidades das quais nos consideramos íntimos: Porto Alegre e Buenos Aires. É um projeto pessoal que surgiu devido à necessidade de dividir nosso encantamento com aspectos e experiências que vivemos em terras porto-alegrenses ou porteñas. O conceito é vago, é claro. Mas é proposital e inevitável que assim seja.

Entre estes interesses nem tão íntimos assim, está o tango, que por si próprio carrega uma imensa variedade cultural – é a dança e a música, claro, mas é também a experiência que cada um constrói a partir disso. Como as próprias cidades, o tango também é a diversidade de seus lugares sagrados, suas variantes, seus costumes e as conexões que fazemos através dele, conhecendo novas pessoas, compartilhando uma música ou caminhando no mesmo passo, que pode ser até cruzado, ou nem mesmo sair do lugar.

Pretendemos falar bastante sobre o tango em Porto Alegre, que vive uma fase de efervescência, mas também de outras milongas que ocorram no paralelo 30 e arredores às vezes não tão próximos – um recorte geográfico com um ponto de partida definido, mas sem se intimidar com fronteiras e sem expectativa de fixar residência. Com a mesma motivação daqueles que um dia desembarcaram no porto, Guaíba ou Rio da Prata. Como o próprio tango, enfim.

Pretendemos dividir impressões nossas e de quem mais quiser compartilhar as suas, falar sobre lugares, histórias, personagens e músicas que gostamos. Vamos disponibilizar informações sobre milongas, práticas e eventos, mas sem nenhuma coreografia ensaiada: vai ser assim, no improviso, como quem se adapta à pista. Além de Porto Alegre, o paralelo 30 passa por África do Sul, Lesoto, Austrália, Chile e Argentina. Não atravessa Buenos Aires, mas nada que não possa ser redesenhado por uma conexão – por terra, pelo ar, em uma uma charla, una copa ou através de um abraço.

Entrem e fiquem à vontade. 🙂 Se tiverem sugestões e gostem de escrever também, nos mandem.

Aline Vianna
Douglas Ceconello

tangotrinta@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Porto Alegre, Buenos Aires, tango y otras milongas

%d blogueiros gostam disto: