Capitais brasileiras recebem grandes eventos de tango

cidades

O tango é uma expressão de cultura popular, nascido às margens do Rio da Prata, que engloba música, dança, poesia e traduz uma maneira de viver. Foi acolhido mundialmente e segue vivo, com novas produções e com uma quantidade inumerável de pessoas que se envolvem das mais diferentes maneiras. O Brasil, país com diversidade cultural gigantesca e uma intensa produção musical, se abre cada dia mais ao compasso dos hermanos. O tango ganha espaço não somente em aulas e bailes organizados semanalmente em quase todos os estados brasileiros, mas também em congressos que reúnem interessados no gênero com profissionais do tango daqui e de outras cidades, especialmente de Buenos Aires. Nas próximas semanas, três capitais recebem encontros internacionais de tango com o objetivo de estudar e de viver intensamente essa música e dança, urbana e popular, da região do Prata.

O 10º Tango Congress ocorre em São Paulo entre os dias 4 e 6 de novembro. Sua programação inclui aulas de tango dança com enfoque especial no baile de salão e algumas aulas para tango de espetáculo (ou tango escenario), palestras sobre a história do gênero, com ênfase na origem social e musical, bem como sobre a evolução das orquestras e estilos musicais ao longo do século. Também contará com quatro bailes, músicos ao vivo e apresentações de bailarinos profissionais. O congresso promove ainda a integração do tango com alguns ritmos brasileiros. No dia 5 de novembro haverá o espetáculo “O Tango e o Samba”, com um elenco de bailarinos profissionais dos dois gêneros. E, no dia 06 de novembro, acontece o “Baile de Tango e Forró”, com o “Desafio Milonga x Forró”, que convida os bailarinos e professores de tango a dançarem forró com passos de milonga e os professores de forró a dançarem milonga com passos de forró. As aulas serão comandadas por Junior Cervila e Guadalupe Garcia, Daniel Oviedo e Mariana Casagrande, André Magro e Andressa Moraes, Valdeci de Sousa e Cristina Ramos, Rafael Martins e Carolina Parpinelli, Luciana Mayumi e Martín Lasiar e Ronaldo Bolaño e Margareth Kardosh.

A II Maratona Brasileira de Tango terá sede em Curitiba, onde já ocorreu a primeira edição, em 2014. Organizada pelo Centro Cultural Todo Tango, terá quatro dias de programação intensa (entre 11 e 14 de novembro), com quatro milongas, torneio de tango, shows de música e de dança, apresentação do espetáculo “Um tango no escuro”, aulas, exposição de artes, café com tango e até tangokê, para quem quiser soltar a voz. Os professores responsáveis pelas aulas, que abordarão diversos aspectos do baile, serão Silvio La Via e Cecilia Lindner, ambos bailarinos e professores de tango em Buenos Aires, e Valentin Cruz e Marlise Machado, que desenvolvem o tango em Porto Alegre. Confira aqui o post que fizemos sobre a Maratona para mais informações.

O BH Tango II Congresso Internacional, edição 2016, ocorre em Belo Horizonte entre 18 e 20 de novembro. A programação inclui aulas de tango dança, milongas, músicos ao vivo, presença de outros ritmos, como samba, bolero, zouk e salsa, além de shows com bailarinos. O grupo de professores conta com diversos profissionais que desenvolvem o tango no Brasil, entre eles Cléber Borges e Mariana Motta, que mantêm aulas e bailes regulares em Porto Alegre, e também conta com convidados argentinos, como Aurora Lubiz, Fabian Salas e Lola Diaz.

Além de dançar, estudar e trocar experiências com tangueiros de outras pistas, é uma ótima oportunidade para visitar estas três capitais, se for possível encaixar algum passeio entre tantos abrazos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s